Inclusão e Alteração de Clientes

Topo  Anterior  Próximo

(*1) Campo obrigatório para emissão de Nota Fiscal Eletrônica.

 

(*2) Importante correto preenchimento, pois há variações de caráter fiscal de acordo com o a opção selecionada.

 

(*3) O conteúdos dos campos fiscais, como Cód.Tributação, CFOP, CST, CSOSN e outros, é variável conforme o regime da empresa, a operação fiscal e outros dados. Portanto, se você não sabe ou conhece a informação a ser cadastrada, consulte o departamento fiscal de seu escritório de contabilidade. Eles tem conhecimento de causa em questões fiscais e estarão aptos a indicar as informações corretas. O fato do sistema aceitar determinados conteúdos não significa que eles estão corretos para cada situação.

 

Aba “Principal”

 

Código seqüencial, gerado pelo sistema. Não há necessidade de alteração. Porém, com o tempo, se começarem a ficar “buracos” no cadastro, você pode tirar um relatório de códigos disponíveis e você digita o código que você quer usar para um determinado cliente.

Defina se o Cliente é pessoa física ou jurídica. Quando em branco, sistema assume cliente como pessoa jurídica.

CEP do cliente. (*1)

Nome/razão social do cliente. (*1)

Nome Fantasia do Cliente, obrigatório preenchimento para pessoas jurídicas, conforme selecionado anteriormente.

Telefone do cliente. Permite pesquisa na tabela de clientes.

Fax do cliente.

Endereço do cliente (rua, avenida, bloco, sala, número). Permite pesquisa na tabela de clientes.

Complemento ao endereço.

Bairro do cliente.

Cidade do Cliente

Código da cidade do cliente na tabela do IBGE. Ao clicar no botão, será exibida a janela a seguir. (*1)

 

Após digitar a cidade no campo anterior, ao abrir a tabela do IBGE, a cidade será pesquisada automaticamente, caso não seja encontrada a cidade correta, verifique o nome digitado, pois não serão aceitas abreviações (ex: SBO). Repare também se o estado corresponde ao estado correto, pois pode haver casos de cidades com mesmo nome em estados diferentes. Após selecionar, pressione “ENTER” para confirmar a cidade, ou clique em .

Estado do cliente. (*1)

Código do estado do cliente na tabela do IBGE. Será preenchido automaticamente após a seleção do Código da Cidade. (*1)

CNPJ/CPF do cliente. (*1) (CLIQUE AQUI PARA SABER COMO CADASTRAR CLIENTE POR ESSE BOTÃO CNPJ)

RG/IE do cliente. Se for isento, preenche com a informação “ISENTO” (*1)

Inscrição municipal do cliente

Data de nascimento/fundação do cliente.

E-mail do cliente. Através deste e-mail, o sistema poderá enviar os arquivos XML e PDF das notas fiscais eletrônicas.

Site do cliente.

Código do país do cliente na tabela do IBGE. Será preenchido automaticamente após a seleção do Código da Cidade. (*1)

Vendedor padrão do cliente. Será puxado automaticamente no momento da venda para este cliente.

Defina os responsáveis por compras/cobrança, de modo a facilitar seu contato com o cliente.

Através deste botão, é possível cadastrar outros endereços para o cliente como, por exemplo, um endereço de entrega ou de cobrança, diferentes do endereço do cadastro do cliente, bem como consultar os já cadastrados. Ao clicar no botão, será exibida a janela abaixo.

 

Em “Tipo do Endereço”, defina qual será o tipo do endereço a ser cadastrado ou exibido na pesquisa. No exemplo, selecionando a opção “Contato”, temos um endereço já cadastrado, exibido na lista.

 

Exibe todas as informações do endereço selecionado.

 

Exclui o endereço selecionado.

 

Altera o endereço selecionado.

 

Inclui um novo endereço, do tipo selecionado anteriormente.

 

 

Preencha as informações da mesma maneira que foram preenchidas no cadastro principal. Obs.: o campo determina se será enviado ou não o arquivo XML/PDF da Nota Fiscal Eletrônica também para o e-mail cadastrado neste endereço.

 

Após preencher as informações, clique em para gravar.

 

Se desejar cancelar a inclusão/alteração, clique no botão .

 

Se após incluir um endereço e salvar, você desejar incluir outro, clique em

 

Clique em para sair.

 

 

Inclua observações acerca do cliente.

Aba “Dados Comerciais”

 

 

 

Defina se o cliente é optante pelo simples nacional ou não. (*2)

 

Defina se o cliente é órgão público e, se for, se é municipal, estadual, ou federal. (*2)

 

Defina se o cliente é consumidor final ou não. Por consumidor final entende-se um cliente que compra seus produtos para consumo próprio e não para revenda, independente se o cliente é uma pessoa física ou jurídica. (*2)

 

Defina se o cliente é indústria.

 

Define o tipo de documento que será gerado e posteriormente enviado por e-mail ao cliente na emissão de notas fiscais eletrônicas. “0” e “1” são equivalentes, enviam o XML da NF-e para o cliente, o “2” além do XML, gera e envia um documento PDF do DANFe.

 

 Para clientes que tem inscrição na SUFRAMA (Superintendência da Zona Franca de Manaus).

 

 Defina uma categoria para seu cliente, útil para fins de organização (mais informações ver neste manual “Cadastros, Categoria”)

 

Caso de cliente fora do estado, defina a alíquota padrão de ICMS do estado do cliente, que será substituída pelo padrão alimentado no cadastro de produto. Preencha Somente se o Cliente for de fora do seu estado.

 

Não – não fatura com substituição tributária, o padrão. Para clientes “pessoa física”, essa opção é a única possível. (*3)

 

Sim – cobra substituição tributária, a ser adicionada no valor total da nota. O valor do imposto a ser recolhido será calculado com base no IVA de cada Produto. Para cadastrar o IVA, veja em Cadastros, Tributações, Produtos em Linha (campo MarkUp no final da Tabela) (*3)

 

Ex de cálculo de ICMS Substituto:

O Produto “A” custa R$ 100,00, sua Alíquota de ICMS é 18% e o IVA é 100%

Imposto base própria = R$ 100,00 x 18% = R$ 18,00.

Valor base do imposto substituto = 100,00 (valor do produto) + 100% (IVA) = R$ 200,00

R$ 200,00 x 18% = R$ 36,00.

 

O imposto a ser cobrado será igual a R$ 18,00 (R$ 36,00 - R$ 18,00)

 

Reduz B. Própria – Em caso de decretos que determinem a redução da base do imposto, ao marcar esta opção, será reduzida apenas a base própria do produto, mantendo a base do imposto substituto (calculada pelo IVA), o que ocasionará um aumento substancial do valor do imposto. (*3)

 

Dif. ICMS InterEst. – Em casos onde, em vendas interestaduais, será cobrada do cliente a diferença do imposto do estado de origem para o de destino. Ex: se no estado de origem o imposto padrão é 18%, e no de destino o padrão é 12%, essa diferença de 6% será cobrada do cliente. (*3)

 

Em casos onde o padrão do ST PIS/CONFINS e a Alíquota de ISS forem diferentes do que o informado no cadastro do produto. (*3)

 

 

Dia Fixo de Vencimento – Defina um dia de vencimento fixo para o cliente, que será tomado como padrão, ou seja, toda vez que você faturar no Crediário para esse cliente, automaticamente o sistema vai colocar a data de vencimento do título no dia que você definiu aqui.

 

No Próprio Mês – Ao definir “S”, tudo que for faturado para o cliente até o dia anterior ao vencimento fixo, terá vencimento neste dia. Ao definir “N”, ou deixar em branco, tudo que for faturado para o cliente do primeiro ao último dia do mês terá vencimento no dia definido, no mês subseqüente.

 

Prazo Padrão na Fatura – Define um prazo padrão de vencimento para este cliente. Ou seja, sempre que você faturar no Crediário para esse cliente, automaticamente o sistema usará esse prazo para chegar no vencimento do título.

 

Desconto Padrão na Fatura – Define um desconto padrão nas vendas para este cliente.

 

Abater na Comissão – Define uma quebra na comissão do vendedor nas vendas para este cliente. Ex. você define que o cliente terá um desconto de 20%, de A a Z e, por conta disso, a comissão do vendedor será cortada pela metade.

 

Defina o limite total e mensal de compras do cliente. Vendas que excedam os valores definidos aqui, só serão liberadas com senha (código permissão de acesso: 0110. Mais informações ver neste manual “Cadastros, Usuários, Permissão de Acessos”).

 

Defina um código de bloqueio para o cliente, controlando os clientes que podem ou não realizar compras no seu estabelecimento. Ao clicar no botão , será exibida a janela abaixo.

 

 

Você poderá selecionar um tipo de bloqueio já cadastrado, para isso clique sobre o bloqueio desejado e após, clique em ou pressione “ENTER”. Também é possível cadastrar/alterar/excluir um código de bloqueio (mais informações ver neste manual “Cadastros, Tabela de Bloqueios de Clientes”).

 

No caso da utilização de Múltiplas Tabelas de Preços, que definem mais de um preço de venda a ser praticado para seus produtos (ex: Preço Atacado x Preço Varejo), defina se este cliente tem uma tabela de preços padrão, para que não seja necessário selecioná-la na hora do faturamento. Ao clicar no botão será exibida a janela abaixo:

 

Você poderá selecionar uma tabela de preços já cadastrada, para isso clique sobre a tabela desejada e após, clique em ou pressione “ENTER”. Também é possível cadastrar/alterar/excluir uma tabela de preços (mais informações, ver neste manual “Cadastros, Produtos, Preços, Múltiplas Tabelas, Administração”).

 

Se você definiu o cliente como pessoa física, será aberta a aba “Física”, para preenchimento de dados complementares ao cadastro do cliente. Dados de filiação, referências comercias/bancárias/pessoais, sobre o local de trabalho cliente, etc. Útil para manter informações mais detalhadas e de histórico do cliente.

 

Vale destacar que através desta aba é possível definir o documento padrão a ser emitido na venda para este cliente, conforme mostrado abaixo.

 

Se você definiu o cliente como pessoa jurídica, será aberta a aba “Jurídica”, para preenchimento de dados complementares ao cadastro do cliente. Dados dos sócios da empresa, tempo de estabilidade, informações a respeito da instalação física e aluguel, dados da conta bancária, referências bancárias/comercias/pessoais, etc. Útil para manter informações mais detalhadas e de histórico do cliente.

 

Vale destacar que através desta aba é possível definir o documento padrão a ser emitido na venda para este cliente, conforme mostrado abaixo.