Nota Fiscal Eletrônica

Topo  Anterior  Próximo
1.Qual o site do Governo para fazer a Consulta das NFes ?

R. www.nfe.fazenda.gov.br   Clique em Serviços, e você tem a Consulta Resumida e a Consulta Completa. Hoje é possível, dentro da Consulta, você fazer Download do XML aprovado pela receita.  O download é criticado pelo Certificado Digital, ou seja, você tem que tê-lo instalado na máquina na qual quer fazer o download.

 

2.O cliente, para poder emitir NFe, deve estar cadastrado no site da fazenda ?

R. Tem que estar cadastrada na Secretaria de Fazenda Estadual e, além disso, antes de começar a emitir, tem que estar Habilitado. Para São Paulo, o link é http://www.fazenda.sp.gov.br/credenciamentonfe

Você deve ter em mãos o Usuário e a Senha da empresa, que foram cadastrados para acesso ao Posto Fiscal Eletrônico. O contador normalmente tem essa informação.

 

3.Onde configuramos a NFe no Cash/VCash ?

R. No VCash em Ferramentas, Configuração de Notas Fiscais. No Cash em Utititários, Configuração de Mensagens, Configuração de Notas Fiscais. O VCash é muito mais completo hoje. Aconselhamos não mais usar o Cash para Configurar NFs.

 

4.Quais os principais campos que devemos nos preocupar ?

R. Todos. Nota Fiscal, como o próprio nome diz, é um documento fiscal. Portanto toda a informação é importante e tem que ser configurada com consciência de causa. Você não pode “achar” que é assim ou é assado. Na dúvida o escritório contábil deve ser consultado. Eles é que entendem das questões fiscais e contábeis dos seus clientes.

 

5.Em Configurações, o que são aquelas linhas de Dados Adicionais ?

R. São linhas para mensagens fixas, que devem ser impressas em Todas as NFes emitidas. Ex. em empresas do simples nacional, a mensagem abaixo deve sair em todas as NFes que são abrangidas por imposto:

 

DOCUMENTO EMITIDO POR ME OU EPP OPTANTE PELO SIMPLES NACIONAL

NÃO GERA DIREITO A CRÉDITO FISCAL DE IPI

 

6.Como configurar mensagem na NFe para um determinado produto, ou determinado CFOP ou determinada Tributação ?

R. Se você precisa que certas mensagens sejam impressas automaticamente na NFe, o sistema tem os seguintes mecanismos :

 

a.)Cadastro de Tributações: Em Cadastros, Tributações, Tabela das Tributações. Você tem o campo de Observações. Sempre que um produto de uma NFe usar a tributação, será impresso no campo Dados Adicionais o que você anotar nesse campo.

 

b.)Cadastro de CFOP: Em Cadastros, Tributações, CFOP. O que você anotar no campo Mensagem na NF, será impresso no campo Dados Adicionais, sempre que uma NFe contenha ao menos um produto com o CFOP em questão.

 

c.)Cadastro de Mensagens Padrão para NFe: Em Cadastros, Tributações, Mensagens Padrão para NFe. Você cadastra as mensagens e associa essas mensagens nos produtos em Cadastros, Tributações, Produtos em Linha, campo MsgNF. Essas mensagens serão impressas no campo Dados Adicionais da NFe, sempre que a NF em questão contiver produtos com mensagens cadastradas. Nota: Essas mensagens não são visíveis quando você está editando a NF, mas serão automaticamente gravadas no XML e impressas no DANFe.

 

d.)Mensagens Manuais: Além das mensagens acima, quando você estiver editando uma NF, e estiver no campo Dados Adicionais, você pode pressionar CONTROL INSERT e será aberta uma janela com mensagens de uso geral. Você pode cadastrar mensagens pré-definidas e capturá-las ao pressionar ENTER. Isso é útil quando esporadicamente você deve por certas mensagens na NFe e então você não terá que lembrar-se do texto pois já estará gravado.

 

7.E o que é o campo Número da Última NFe Emitida ?

R. Armazena o número da última NF emitida. Ao emitir uma Nova NF, o sistema pega o valor desse campo, acrescenta um, e o armazena novamente.

 

8.E o campo Última NF Emitida ?

R. Data da última NF emitida. Para proteção, não deixando o sistema retroceder datas.

 

9.E o campo Modelo da NF para Sintegra ?

R. É o campo Modelo da NF, definido conforme a tabela de Modelos do governo. No caso de NFes, o modelo é o 55. No campo LayOut do Formulário no Cash, deixar 1.

No caso de emissão em formulário continuo, o campo modelo será “01” e o LayOut de Formulário no Cash terá um número que identificará internamente as posições dos campos no formulário. Para saber qual o número, tem que ser consultada uma tabela interna da ESSystem.

 

10.E o campo Série da NF para Sintegra ?

R. É a Série da NF. Começa sempre em Um. Se a numeração da NFe exceder a faixa, reinicializa da NF Número 1 e acrescenta um na série (passa p.ex. da série 1 para 2). Outros fatores podem influenciar na série. Antes de configurar esse campo, o Contador do cliente deve sempre ser contactado para verificar que informação vai aqui. É muito Importante atentar que a Série não pode ser Zero, ela deve ser no mínimo 1, como manda a legislação da NFe.

Em NFs de Formulário contínuo a série pode mudar. Pode ser numerico como acima ou “U”,  “M” ou outro identificador.

 

11.E o campo É SuperSimples/EPP/ME ?

R. A Empresa emitente é do Simples Nacional ?

 

12.E o campo Calcula ST Ativa ?

R. Se a empresa emitente é Subsituta Ativa do ICMS por Substituição Tributária, ou seja, se ela cobra ICMS-ST de alguns produtos, Ative esse campo.

 

13.E o campo Ativa Cálculo do IPI na Venda ?

R. Se a empresa emitente cobra IPI de alguns de seus produtos, Ative esse campo.

 

14.Onde Configuro o Percentual do IPI dos Produtos ?

R. Na Tabela de Classificação Fiscal, campo Alíquota de IPI quando for cobrado por percentual. Uma vez que você criou um códido de classificação fiscal reduzida você deve, em todos os produtos que forem o mesmo NCM, associar esse código de classificação fiscal reduzido. O melhor local para fazer isso é em Tributações, Produtos em Linha.

 

15.E se o IPI for por Valor ?

R. Na Tabela de Classificação Fiscal, campo Valor do IPI quando for cobrado um valor em R$ por Unidade Vendida.

 

16.Onde Configuro o CST do IPI dos Produtos ?

R. Também na Tabela de Classificação Fiscal, campo CST IPI.

 

17.E o campo CFOP 5.405 quando FF na NF ?

R. Se você Ativar essa configuração, no ato das vendas, sempre que você vender um produto cuja tributação seja FF, o sistema automaticamente vai definir o CFOP desse produto com o 5.405 quando a venda for dentro do estado e 5.403 quando for fora do estado. Esse é o CFOP padrão para o uso com a tributação FF.

 

18.E o campo Resumo de Alíquotas nos Dados Acionais ?

R. Se Ativo e a empresa não for Simples Nacional, no campo Dados Adicionais da NFe será impressa uma tabela com o resumo das bases de cálculo, própria e substituta, por CFOP.

 

19.E os campos de Decreto 45490/48034/48042/49113 ?

R. Esses decretos são modificadores da tributação a ser usada nos produtos. Normalmente o Contador é quem dirá se o cliente é sujeito a um determinado decreto ou não. Ex. No caso do Decreto 49113, se ativo, será aplicado uma redução de base de ICMS quando o produto for faturado para empresas que o compram para revender. Entao o sistema, ao faturar um produto desses, em vez de pegar o código de tributação padrão que está na ficha do produto, pegará o código de tributação que você definiu no campo Dec49113, também na ficha do produto. Ex. Suponha o Produto A , que você cadastrou código de tributação 01 ( 18% ) na ficha do produto e cadastrou tributação 06 ( Redução de Base de 18 para 12% ) no campo Decreto 49113 na ficha do produto (campo fica na aba Auxiliar). Ao faturar para um consumidor final, essa fatura não se enquadra no decreto 49113 e, portanto, a tributação que o sistema pegará será a 01. No entanto ao faturar para uma empresa que compra para revender, a venda estará enquadrada no Decreto 49113 e então o sistema vai pegar o código de tributação 06.

Além desse campo de Código de Tributação, em situações como essa você deverá cadastrar uma classificação fiscal reduzida e associar a esses produtos, porque na tabela de classificações é que contém as variações de CFOP e CST dos produtos.

 

20.E os campos CFOP dentro e Fora do Estado ?

R. É o padrão base que o sistema toma para definir o CFOP de uma Venda. Quando não houver nenhum modificador, esse será o CFOP a ser faturado.

A tabela de classificação fiscal, por exemplo, tem variações de CFOP e CST que serão usados no lugar desse padrão quando se enquadrar nas condições dela.

 

21.E o campo SuperSimples, Alíquota LC123/06 ?

R. Para empresas do Simples Nacional, existe um crédito de ICMS que pode ser cedido na venda, sob as condições listadas abaixo. Quando produto e o cliente se enquadrarem, o sistema usará a alíquota definida nesse campo para calcular e dar o crédito automaticamente na NFe. Além de ser gravado no arquivo XML, produto a produto, o Crédito de ICMS ref. LC123 também é impresso no campo Dados Adicionais da NF.  Condições para ceder crédito da LC 123 para os clientes

 

a. Produto deve ter o CSOSN 101 ou 201

b. Cliente deve ser Lucro Real ou Presumido. Isso é dado na ficha do cliente:

       Campo PF/PJ marcado como PJ

       Campo Órgão Público marcado como Não

       Campo Simples/EPP marcado como Não

       Campo Consumidor Final marcado como Não

 

Se o cliente tem alguma marcação nesses campos acima, mesmo que o produto esteja com o CSOSN 101 ou 201 ele será mudado no ato da venda pelo sistema para 102 ou 202.

 

22.E o campo Imprime Endereço na NF ?

R. Uso em NFs antigas, de formulário contínuo. Se ativo, imprime os dados de endereço do emitente no formulário. Sem efeito para a NFe.

 

23.E o campo Organização dos Produtos na NF ?

R. Define como são organizados os produtos antes de serem impressos na NF. Por padrão, os produtos são impressos na ordem que foram digitados. Você pode alterar isso e imprimir em ordem Alfabética, Aliquota ICMS + Nome do produto, Endereço Físico dos produtos, Código do Produto, Código do Fabricante ou Seção + Nome do Produto. Os cupons de venda, ao serem impressos, seguirão a mesma ordem definida aqui.

 

24.E o campo Imprime Código ?

R. Uso em NFs de Formulário Contínuo. Define se imprime o código interno do produto ou o código do fabricante.

 

25.E os campos PIS e COFINS ?

R. Definem as Alíquotas de PIS e COFINS do emitente, quando a empresa for Lucro Real ou Presumido. Você deve preencher esse campo. Antes de configurá-lo o Contador da empresa deve ser contactado e fornecer essas alíquotas. Os valores de PIS e COFINS não são impressos no DANFe mas são gravados dentro do XML.

 

26.Onde Configuro o CST do PIS/COFINS dos Produtos ?

R. Ficha do Produto, aba Auxiliar, campo ST PIS/COFINS. Se você vai administrar vários produtos ao mesmo tempo, use Cadastros, Tributações, Produtos em Linha que é mais eficiente.

 

27.E o campo PIS/COFINS Deduz Valor da Duplicata ?

R. Define se o Valor do PIS/COFINS deve ser deduzido do valor da duplicata. Uso raro, só deve ser configurado se o contador do cliente determinar que assim seja.

 

28.E o campo Soma IPI na Base de Cálculo ?

R. Define se o valor do IPI calculado nos produtos será somado na Base de Cálculo do ICMS própria, na Base ICMS-ST ou em Ambas. Também uso muito específico, só deve ser configurado se o contador da empresa assim o determinar.

 

29.E o campo Número de Série do Certificado ?

R. Aqui será gravado o número serial do Certificado Digital usado para emissão das NFes. Clique no botão de captura do lado direito, escolha o certificado e confirme. Se a empresa emite NFe em mais de um terminal, essa configuração deve ser feita em Configura Sistema, Terminais, aba Impressões. Na parte de baixo à direita tem o campo para você capturar o número de série como aqui.

 

30.E os campos de Servidor de SMTP e dados do email ?

R. Existem para você configurar os dados da loja para envio de emails. Sempre que precisar enviar email as configurações serão pegas daqui.

 

31.Na aba Geral, o que é o campo Forma de Emissão ?

R. Para definir se o sistema está em modo Normal de emissão de NFe ou em modo de contingência. Deixe como Normal.

 

32.E o campo Modelo do DANFe ?

R. Modelo 0, o DANFe é impresso pelo Unidanfe. Modelo 1, é o padrão e usa nosso modelo interno. Modelo 2, DANFe modelo interno como no 1 e, além disso, é gerado um arquivo PDF com o espelho do DANFe para cada NFe emitida.

 

33.E o campo Posição do Canhoto ?

R. Define onde será impresso o Canhoto da NFe no DANFe. O canhoto continua importante mesmo no caso da NFe porque ele é a prova que a mercadoria foi entregue, e para quem foi entregue. O governo está desenvolvendo uma sistemática de Manifestação do Destinatário, que talvez possa, no futuro substituir essa necessidade. Mas até lá, o canhoto deve voltar assinado e carimbado ou então com o nome legível e RG do recebedor.

 

34.E o campo Número de Cópias ?

R. Define o número de cópias padrão que o DANFe será impresso.

 

35.E o campo Logo Marca ?

R. Define o arquivo de logotipo do cliente que será impresso na NFe. Deve-se definir uma imagem pequena, no formato BMP, máximo 200 x 200 pixels. Deve ficar armazenada na pasta mídia, embaixo da pasta de instalação do Cash.

 

36.Na aba Geral, Continuação, Descrição da Classificação Fiscal ?

R. Determinadas empresas devem conjugar a descrição do produto com a descrição do NCM. Se esse for o caso, você pode configurar isso nesse campo. Opção após o nome imprime o nome do produto e logo depois a descrição do NCM. Opção Substitui o nome imprime a descrição da classificação fiscal em vez do nome do produto. Uso raro.

 

37.Na aba email, o que são as configurações das linhas que estão lá ?

R. Existe uma mensagem padrão, pré-definida que vai no corpo do email quando você manda o XML para os Clientes. Se além da mensagem padrão você precisar especificar mais alguns dizeres, faça-o nesses campos.

 

38.Na aba WebServices, Ambiente de Destino ?

R. Define o ambiente da NFe. Nos Clientes, é sempre Produção. Na ESSystem, para testes, utilizamos o padrão de Homologação.

 

39.Quais as 4 formas de emitir NFe no sistema ?

R. Pelas Vendas e, no menu principal, Contas a Receber, Notas Fiscais, ou mais fácil ainda, no botão Notas Fiscais, você tem as opções de Concentradora de Cupons, Nota Fiscal Genérica e Nota Fiscal Complementar.

 

40.Como Cancelar uma NFe ?  Qual o prazo legal para poder-se cancelar uma NFe ?

R. Em Notas Fiscais, pressione DELETE e defina o motivo do cancelamento. O motivo deve espelhar, realmente, o porquê você está cancelando a NFe. Ex. Produto Faturado com Preço Errado,  NF emitida em Duplicidade, etc...

 

41.O que é Inutilização de NFe ?

R. Se uma NFe é rejeitada, e você não consegue resolver o problema e, além disso, você já emitiu outras NFes posteriores, o que vai acontecer é que vai ficar um número de NFe sem uso, inútil. É para isso que serve a Inutilização. Para Inutilizar, Notas Fiscais, Menu superior, NFe, Inutilização, ou menu de contexto, NFe, Inutiliza NFe.

O sistema inutiliza uma NFe por vez. Se você, por algum motivo, precisa inutilizar uma faixa de NFe, utilize o sistema do governo, porque ele permite inutlização de uma faixa. O detalhe do sistema do governo é que devem existir NFes emitidas nele, posteriormente, ou anteriormente à faixa desejada. Se necessário então, você pode importar um XML do nosso sistema, posterior ou anterior à faixa, para pode Inutilizar. Ex. um determinado cliente altera acidentalmente o número da última NF emitida no sistema e avança 300 números, e depois continua emitindo NFs. Ou seja, ficou um “buraco” de 300 NFs, que deverão ser inutilizadas.

 

42.Quando devemos Inutilizar uma NFe ?

R. Quando por algum motivo houver uma quebra na sequência das NFes. O que você está fazendo com a Inutilização é dizer ao governo que aqueles números pularam, não foram usados para nada. Isso é um artifício comum e totalmente dentro da legislação. Comparando com os antigos formulários contínuos (lembra deles ?), imagine que você derramou uma xícara de café sobre um ou mais formulários de NF. Aqueles formulários foram estragados, ficaram inúteis. É a mesma coisa, só que na NFe o processo é eletrônico.

 

43.O que é a Denegação de NFe ?

R. Uma NFe pode ser Denegada ( ou seja, negada a sua aprovação ) se o Emitente ou o Destinatário estão com alguma restrição com a Fazenda, o Governo. Pela mensagem que retorna no envio da NFe você saberá se o problema é com o emitente ou destinatário. Se for com você o problema, ligue imediatamente para seu contador, porque você não conseguirá emitir mais NFe até que a irregularidade com o Fisco seja resolvida. Se for com o Cliente, ligue para ele e avise-o da situação. Ele poderá nem estar consciente disso. Você, de qualquer forma, também não conseguirá emitir a NFe até que, no caso ele, resolva a situação.  Essa NFe ficará arquivada no sistema com o Status de Denegada, ou seja, assim como você tem os Status Homogada, Cancelada, Inutilizada, você também tem o Denegada. Ela ficará arquivada mas não tem validade fiscal nenhuma. O DANFe também não será impresso. Se você costuma manter uma cópia impressa do DANFe, o que você pode fazer é em Notas Fiscais, Relatórios, Recibo de Canceladas/Inutilizadas. Será impressa uma folha para você deixar no lugar da numeração da NFe, indicando que ela foi Denegada.

 

44.Quais os códigos de Status de NFe Homologada, Cancelada, Inutilizada, Denegada ?

R. Homologada = 100, Cancelada = 101, Inutilizada = 102, Denegada = 110

 

45.O que é o DANFe ?

R. É o Documento Auxiliar da Nota Fiscal Eletrônica. É a representação impressa da NFe, e serve para acompanhar a mercadoria na entrega, bem como conferência e etc.. Deve-se salientar que o DANFe em si, o impresso, não tem validade fiscal, o documento que vale como NFe é o arquivo XML assinado pelo emitente e aprovado pela Fazenda.

 

46.Como imprimir o DANFe de uma NFe ?

R. Notas Fiscais, NFe, Imprimir DANFe. Ou Control P, Imprimir DANFe. Ou menu de contexto, NFe, Imprimir DANFe.

 

47.É possível ReImprimir o DANFe ?

R. Sim, quantas vezes forem necessárias. Pela mesma opção acima.

 

48.O que é a Carta de Correção ?

R. É o documento que permite a correção de campos, quando os mesmos estiverem com valores incorretos, ao emitir uma NF. Existe uma série de regras para emissão da Carta de Correção como , por exemplo, você não pode fazer uma CC para corrigir valores da nota que foram errado. Para a NFe, deve ser feita uma Carta de Correção Eletrônica, a CCe. No VCash, em Notas Fiscais, observe que tem a aba CCe/Eventos. Ative essa aba e clique em Carta de Correção. Da mesma forma que uma NFe, a CCe é enviada para o site do fisco e deve ser aprovada digitalmente para ser válida. A partir disso, no mesmo momento da aprovação, você pode imprimi-la e também enviar email ao cliente. Tudo é feito na mesma tela, você descreve a CCe, aprova, imprime e envia email.

 

49.Quando devemos fazer uma Carta de Correção ?

R. Quando uma ou mais informações de uma NFe sairam incorretas, ou seja, quando houve um ou mais erros na NFe.

 

50.Quando não podemos fazer uma Carta de Correção ?

R. Variáveis que determinam o valor de imposto (ex. base de cálculo, quantidade, valor da operação), Correção de Dados cadastrais que impliquem na mudança do remetente ou do destinatário, Data de Emissão ou de Saída. Nesses casos, a NFe errada deve ser Cancelada e outra deve ser emitida em seu lugar.

 

51.O que é a Lei Complementar 123 (LC123) ?

R. É a Lei que instituiu e rege os direitos e obrigações das empresas do Simples Nacional. Veja em http://www.essystem.com.br/downloads/lc123.pdf

 

52.Como configuramos a alíquota de Crédito da LC123 ?

R. Nas configurações de Nota Fiscal, campo SuperSimples, Alíquota da LC123/06.

 

53.Que tipo de empresa se enquadra na LC123 ?

R. As do Simples Nacional.

 

54.Quais os certificados digitais são válidos para emissão de NFe ?

R. São e-CNPJ, e-NFe, das Certificadoras CertiSing e Serasa, modelos A1 ou A3, Token e Leitora/Cartao Inteligente. Confirmar sempre antes de adquirir

 

55.Como são instalados, genericamente falando, esses certificados ?

R. A1, uma vez que é feita a validação presencial, e são gerados os códigos de emissão 1 e 2, você faz o download do certificado, conforme documentação que o acompanha. No arquivo, que foi baixado, é só clicar e seguir as instruções. Importante: Marcar o Certificado como Chave Exportável. Você deve fazer BackUp do certificado logo após instalação e guardar em pen drive em local seguro. Em caso de formatação, o certificado será perdido e será necessário adquirir outro.

A3. Instala o software do certificado digital, que está no link de onde você adquiriu seu certificado. Se o Windows 7 ou superior está pronto. Senão você deve baixar o driver da Leitora, a partir do mesmo link de onde você comprou o certificado. Observar bem o modelo a ser instalado conforme as figuras no site do fornecedor.

 

Ver help em    stub aguardar publicacao do rodrigo

 

 

56.Quando devemos mandar email de uma NFe ?

R. Sempre que uma NFe for emitida. Não só o destinatário deve receber, como também a transportadora. No nosso sistema não existe opção de envio automático, porque uma Nota Fiscal, até ser dada como OK, pode sofrer problemas como erros, falta de mercadoria, etc... Uma vez que a NFe esteja OK, o operador deve disparar email para destinatário e transportadora.

 

57.Como enviamos esse email pelo VCash ?

R. Nota Fiscal, email, Enviar email, ou menu de contexto, NFe, enviar email.

 

58.Quais as causas e problemas mais comuns com envio de email ?

R. Configuração incorreta das variáveis relativas ao email. Ver em Configuração de Nota Fiscal, aba Geral. Você tem que ver com o cliente qual email que ele usa, qual o servidor de smtp , usuário, senha, e se requer autenticação ou não.

 

59.O que vai anexo nesse email ?

R. Por padrão o sistema envia o Arquivo XML aprovado pelo fisco, da NFe em questão. Se você configurar o sistema para modelo de DANFe 2 ( em Config. NFs, aba Geral, Modelo do DANFe) ou a ficha do Cliente para Modelo de DANFE 2 (Ficha do Cliente, aba Dados Comerciais, campo Modelo do Danfe), além do XML é enviado também um espelho do DANFe no formato PDF.

 

60.O que é o XML gerado pela NFe ?

R. É a Nota Fiscal em si, ou seja, é esse arquivo, assinado digitalmente e aprovado pelo Fisco, que tem validade como Nota Fiscal.

 

61.O cliente deve armazenar esse XML ?  Por quanto tempo ?

R. Sim, obrigatóriamente, já que esse XML é que é a NFe. Pelo mesmo tempo que uma NF de formulário convencional.

 

62.Quando uma NFe é rejeitada, ela fica armazenada no sistema e o Status fica em branco. O que fazer nesse caso ?

R. Se você tem certeza que é a última NFe emitida, e foi rejeitada, você pode excluí-la e fazê-la novamente. Se o sistema impedir porque já tem chave armazenada, vá até o campo NFeChave , dê ENTER e barra de espaço para limpar, e ENTER novamente. Mas atenção só faça isso se relamente os campos NFeProtocolo e NFeRecibo estiverem em branco. Caso contrário, você deve Inutilizá-la.

 

63.Se o erro for devido a comunicação com o site (ex. site off line ou demorando demais para responder), o que deve ser feito ?

R. Você pode usar a opção de Retransmissão da NFe (menu superior, NFe, Retransmite NFe Rejeitada), e/ou opção de Buscar Retorno (menu superior, NFe, Buscar Retorno).

Você deve ficar atento porque acontece, nessas comunicações, do sistema enviar o XML, ele ser gravado no site da fazenda, e a conexão cair. Nesse tipo de situação, o sistema não sabe se o XML entrou no site e a conexão caiu, ou se o XML nem chegou a ser enviado. Então você não poderá enviar outra NFe no lugar, porque o XML já está la e os dados não vao bater. Usando em conjunto a Retransmissão e a Busca de Retorno você rapidamente conseguirá saber se o XML entrou lá ou não. Se entrou e foi rejeitado, você poderá consertar os problemas e tentar novamente retransmitir, ou então você poderá inutilizá-la.

 

64.Erro: Falha no Schema XML

R. Esse erro indica que o conteúdo do XML não está respeitando as regras dos arquivos de Schema (todos os arquivos de schema ficam na pasta de mesmo nome, abaixo do Cash). Então pode ser uma série de fatores. Exemplos: Você definiu Peso Líquido ou Peso Bruto mas não definiu a quantidade de volumes. O Schema obriga que para ter informações de peso você tenha que ter a tag de quantidade de volumes (hoje o Cash critica isso mas nas versões mais antigas não existia essa regra e, portanto, pode haver problemas se a versao é antiga). Outro exemplo, campo ProdANP para produtos de petróleo, que é usado juntamente com o CFOP 5.652. Se você definir o código da ANP errado vai dar esse tipo de erro.

Portanto, num retorno de erro de falha de schema, você deverá abrir o arquivo XML e tentar deduzir qual campo pode estar com problema. Inspecione cada campo e verifique se o conteúdo dele parece um valor válido para o campo em questão. Em clientes que usam certas informações específicas, como o ProdANP citado acima, já verifique direto os campos correspondentes.

 

65.Erro: Rejeição: Cabeçalho - Versão do Arquivo XML   O que fazer ?

R. Verifique se o XML está no site da fazenda aprovado. Use a consulta da NFe no site. Se estiver lá o XML, fazer download dele, colocar na pasta CASH\NFe\ano\mes e depois, pelo VCash, mandar buscar retorno.

 

66.O que é o erro 656 Rejeição Consumo Indevido  ?    Quanto tempo mínimo que deve ser observado entre Consultas ?

R. Esse erro é novo no sistema de NFe. Quando consulta várias vezes uma NFe (Seja Buscando Retorno, ou Retransmitindo a NFe), em intervalos menores que 3 minutos, o sistema do fisco começa a rejeitar pedidos daquela NFe. O que se tem a fazer é esperar um tempo maior que 3 minutos e então tentar de novo o comando.

 

67.Se o Danfe é impresso sem a chave de acesso ou sem o número do protocolo, o que deve fazer-se ?

R. O XML foi gerado, mas a conexão com o site do fisco caiu no meio e não concluiu a transação. Tente usar a opção de Buscar Retorno. Se der erro, tente Retransmitir a NFe e, conforme a mensagem que retornar, Buscar Retorno novamente.

 

68.Se um dos erros abaixo ocorrerem o que fazer ?

230 Rejeição: IE do destinatário não informada IE Emitente não cadastrada

231Rejeição: IE do destinatário não cadastrada IE Emitente não vinculada ao CNPJ

R. Alguma informação na ficha do cliente está incorreta. Verifique principalmente os seguintes dados do Cliente :

Cidade , UF , Código do IBGE da Cidade, Código do IBGE da UF, CNPJ, Inscrição Estadual

 

Entre no site www.sintegra.gov.br, selecione a UF do cliente, digite o CNPJ dele e reconfira todos os dados.

 

69.Erro: The Criptographic Service Provider type ‘0’ is not supported

R. No driver do certificado (o aplicativo de administração do token), altere o Fornecedor de Criptografia, de KSP para CSP, em Tokens, My Tokens, Certificados do Usuário, Configurar como....

 

70.Como fazer uma NFe de Devolução de Mercadoria ?

R. Em Notas Fiscais, seleciona Nova NF, Genérica Digitação Manual.

 

71.Qual a melhor forma de você saber os dados de Base ICMS-ST, Valor do ICMS-ST, Base de IPI e Valor de IPI, numa NFe de Devolução ?

R. Muitas vezes os Clientes tem que fazer NFe de Devolução de Mercadoria e, para isso, devem destacar ICMS, ICMS-ST e IPI do produto. A melhor forma de você saber esses valores é pegar com o cliente o XML da NFe de Entrada, a que ele comprou a mercadoria que está devolvendo. Tem que ser o XML porque no DANFe não vem impressas todas as informações necessárias. Abra o XML e procure as informações lá dentro. Depois emita uma NFe Genérica e, nos campos correspondentes, digite a informação necessária. Na tela de digitação dos produtos, nos campos à direita, tem todos os campos necessários para digitação de Base de ICMS, ICMS, CST, Base ICMS-ST, ICMS-ST, Base de IPI e Valor de IPI.  Cuidado com o CST porque se você está fazendo NFe com cobrança de ICMS-ST o CST deverá ser 010 quando for base normal e 070 quando for base reduzida.

 

72.Quais são as possíveis causas do erro Base de ICMS-ST difere do somatório dos Itens ?

R. Normalmente é o CST, conforme mencionado na pergunta anterior. CST de produtos com cobrança de ICMS-ST devem ser 010 ou 070. Pode ser também o código de tributação, que deve ter uma alíquota válida (não pode ser p.ex. FF ou NN ou II ).

 

 

 

73.Quais são as possíveis causas do erro Chaves do Certificado Não Encontradas ?

R. Verificar :

 

a.)Se o seu certificado não está vencido. Abra o seu Internet Explorer à Ferramentas à Opções da Internet à Conteúdo à Certificados à Clique sobre seu certificado é clique no botão exibir e verifique a validade do seu certificado.

 

b.)Verifique se tem o .Net Frame Work instalado, versão 3.5 ou maior, em Iniciar à Configurações à Painel de Controle à Adicionar ou Remover Programas. Ele tem que estar na lista. Se não estiver deve ser instalado. Baixar de nosso FTP e instalá-lo.

 

c.) Desinstale o software do cartão e da leitora e instale novamente.

 

Feitos esses procedimentos, se o erro persistir entre em contato com suporte da leitora pois provavelmente perdeu a chave de exportação do seu certificado. E nesses casos terá que providenciar outro certificado.

 

74.Quando ocorre a mensagem NF Já Aprovada no Site da Fazenda ?

R. Pode Ser que o Site do Governo não finalizou a operação Anterior... Se esse foi o caso, use a opção Buscar Retorno...  Verifique também se não existem 2 ou mais CashIDOC abertos rodando na bandeja do windows....

 

75.Quais as possíveis causas e soluções para um erro de SOAPA...

R. Verificar os itens :

 

a.) Se a versão do service pack 3 está instalado na máquina, Clique com botão direito no ícone do “MEU COMPUTADOR” na área de trabalho à Propriedades à Aparecerá as característica da sua maquina a versão do service pack.

 

b.) Verifique se tem o .Net Frame Work instalado, versão 3.5 ou maior, em Iniciar à Configurações à Painel de Controle à Adicionar ou Remover Programas. Ele tem que estar na lista. Se não estiver deve ser instalado. Baixar de nosso FTP e instalá-lo.

 

c.) Baixe os níveis de segurança do seu IE (Internet Explorer), abra o navegador do Internet Explorer à Ferramentas à Opções da Internet à Clique na aba Segurança à Abaixa os níveis de segurança do seu IE.

 

76.CashIDOC fica paralisado.

R. Se a barrinha do CashIDOC está bem no começo (tipo um quarto do total), nesse momento ele está tentando acessar o Certificado Digital para validar e assinar o XML. Então você está com problema de certificado digital. Feche o CashIDOC pelo gerenciador de tarefas. Tente tirar e colocar novamente o cartão do certificado. Tente conectar a leitura em uma porta USB diferente. Tente desligar o micro completamente e reiniciá-lo.

 

77.Erro de classe não registrada ?

R. Você precisa rodar o RegDLLNFe.bat que está na pasta de instalação do Cash. Entre em Ferramentas, Prompt do MS-DOS (no Cash, Utilitários, Prompt do MS-DOS) e digite RegDLLNFe. Você vai ver que ele roda 2 comandos e não deve haver mensagem de erros nesses comandos.

 

78.Qual o site onde é possível você consultar os dados cadastrais dos clientes cadastrados ?

R. www.sintegra.gov.br    selecione a UF do Cliente, digite o CNPJ dele e confira todos os dados.

 

79.Quais as possíveis causas para o erro XML não encontrado ?

R. Entre na pasta de instalação do Cash à dentro da pasta terá a pasta NFe (Verifique se tem o XML da nota nessa pasta à Se encontrar o XML renomeie o arquivo com “-nfe” por exemplo: 35120767875161000108550010000205271000205272-nfe. E copie-o para pasta à 2012 à é coloque na pasta do mês que a nota foi gerada por exemplo: estamos no mês de “dezembro” a pasta será mês “12” Ex. C:\Cash\NFe\2012\12. E depois é só retransmitir essa nota o XML será encontrado.

Outra forma é baixar o XML pelo site do governo clique aqui para visualizar o site do governo, e renomeie o arquivo para “–nfe” como foi mostrado anteriormente e colocar na pasta Cashà NFe à 2012 à e coloque na pasta do mês que a nota foi gerada como mostramos anteriormente, depois retransmitia essa NF-e para ser autorizada.

 

80.O que deve ser feito quando o Cash ou o VCash abrem uma janela relatando erros encontrados ? Ex. Falta CEP ou Cidade em Cliente, Falta NCM em produto...

R. Deve-se ler a mensagem, procurar entender o que está escrito, arrumar, e só então fechar e transmitir a NFe. Ex. Se Falta CEP, ou Cidade ou Cód. do IBGE, entre na ficha do cliente e corrija as informações faltantes. Se falta NCM, veja quais os produtos estão faltando, abra a ficha de cada um dos produtos e complete o NCM. Se você desprezar as mensagens e continuar a chance de dar erro no site do governo e a NF-e ser rejeitada é muito grande.

 

81.Posso excluir uma NF-e Aprovada  (Homologada) ?

R. Não, de forma alguma. Lembre-se que a NF-e já está aprovada no site do governo e, portanto, não pode mais ser mexida. Se for o caso, faça o Cancelamento dela.

 

82.Como envio email das NFes emitidas no mês para o escritório de contabilidade ?

R. Notas Fiscais, email, Enviar email para o Escritório Contábil.

Deve estar configurado no sistema os dados do contador, do escritório contábil na tabela de clientes, e do email do escritório na ficha do cliente. Ver no começo desse help as perguntas sobre o Cadastro de Lojas.

 

83.E se um cliente pedir para enviar todos os XML dele num período, como faço ?

R. Notas Fiscais, email, email com XML do Período para o Destinatário.

O sistema vai pegar todas as NFes emitidas para o destinatário em questão, compactá-las todas em um arquivo ZIP e enviar o email.

 

84.Em que pasta ficam armazenados todos os XML das NFes.

R. <pasta de instalação do sistema>\NFe\ano\mes  

Onde

<pasta de instalação do sistema>        é a pasta que você instalou o Cash, normalmente

                                                 C:\Cash ou D:\Cash

Ano                                                ano de emissão da NFe. Ex  \2012

Mês                                                mês de emissão da NFe Ex.  \2012\12

 

85.Como configuro um cliente para enviar para ele o XML das NFes e também um arquivo PDF com o DANFe ?

R. Na ficha do Cliente, aba Dados Comerciais, campo Modelo do DANFe, configure como 2.

 

86.Como emito um boleto de uma NF-e ?

R. Notas Fiscais, Localize a NF-e, Cobrança, Boleto de Cobrança Simples.

No cadastro de Bancos, os dados de cobrança devem estar completamente configurados. Se necessário veja o documento interno da ESSystem sobre configuração de cobranças.

 

87.Como emito um Recibo de uma NF-e ?

R. Notas Fiscais, Localize a NF-e, Relatórios, ReImpressão de Documentos, selecione Recibo.

 

88.Como emito uma Duplicata de uma NF-e ?

R. Idem à questão anterior, mas selecione Duplicata.

 

89.Como emito uma Nota Promissória de uma NF-e ?

R. Idem à questão anterior, mas selecione Nota Promissória.

 

90.Como tiro relatório das NFes emitidas no mês ?

R. Notas Fiscais, Relatórios, NFs Emitidas no Período.

Você tem filtro por cliente ou fornecedor, pode selecionar somente determinados CFOPs, ou observações que estejam contidas nos Dados Adicionais.

 

91.E das NFes que foram Canceladas/Denegadas/Inutilizadas ?

R. Notas Fiscais, Relatórios, Canceladas e Inutilizadas no Período. Alguns escritórios contábeis pedem esse tipo de relatório para os seus clientes.

 

92.O que é uma NF-e Homologada ?  Qual o Cód. de Status dela ?

R. É uma NF-e que foi homologada pelo fisco, ou seja, é uma NF-e fiscalmente válida. Status 100.

 

93.O que é uma NF-e Cancelada ?  Qual o Cód. de Status dela ?

R. É uma NF-e que foi homolgada pelo fisco, e depois foi cancelada. O Cancelamento também é homologado pelo fisco. Status 101.

 

94.O que é uma NF-e Inutilizada ?  Qual o Cód. de Status dela ?

R. É uma NF-e que não foi aprovada pelo fisco, ou que pulou a numeração, ficou vago o número. Nesses casos a atitude a fazer é a Inutilização da NFe. Status 102.

 

95.O que é uma NF-e Denegada ?  Qual o Cód. de Status dela ?

R. É a NF-e em que ou o Emitente ou o Destinatário estão irregulares em relação ao fisco. A NF-e nesse caso fica marcada como Denegada. Status 110.

 

96.Como Cancelo uma NF-e ?

R. Notas Fiscais, localize a NF-e, pressione Delete ou clique no ícone de Cancelamento no rodapé ou menu de contexto, Cancelar. Para poder Cancelar uma NF-e ela deve estar com o Status 100, de Homologada.

 

97.Como Inutilizo uma NF-e ?

R. Notas Fiscais, NF-e, Inutilizar, ou menu de contexto, NF-e, Inutilizar. A NF-e tem que estar com o Status em branco para poder inutilizar, ou seja, não pode estar com o Status de Homologada, ou Cancelada, ou Denegada.

 

98.Como Filtro na Tela as NFes de um determinado cliente num determinado período ?

R. Notas Fiscais, Control F. Tem opção por Período, Código de Cliente ou de Fornecedor. Se você filtrou dados, para eliminar o filtro, pressione Control F e deixe todos os campos em branco.

 

99.Qual opção eu uso para emitir uma NFe Concentrando todos os cupons emitidos para um cliente num determinado período ?

R. Notas Fiscais, Nova NF, Concentradora de Cupons. Defina o Período e o Cliente a puxar os dados. Quando o sistema trouxer os dados, marque os Cupons desejados com espaço ou ENTER e pressione Control P ou clique em Imprime NF.

A concentradora é uma opção em que você pode tirar diversos cupons fiscais, em um período ,  para o cliente , e depois emitir uma NFe com todos os produtos relativos à esses cupons fiscais emitidos.

 

100.Como faço para saber os Cupons Internos que foram Concentrados em uma NFe Concentradora ?

R. Em Notas Fiscais, localize a NF, clique na aba Cupons. Ali são relacionados os Cupons Internos e COO de Cupons fiscais relacionados com a NF em questão.

 

101.Como Emitir e para que serve a opção NF Genérica ?

R. Notas Fiscais, Nova NF, NF Genérica.

NFs Genéricas existem para você poder emitir NFes que não são de venda e tem algum propósito específico. Elas não contabilizam como venda, nem despesas, nem alteram os estoques. Ex. Devolução de Mercadoria para Fornecedor, Simples Remessa, Remessa para Conserto, Remessa para Beneficiamento, Importação, Exportação, Retorno de Conserto, etc...

 

102.Como emitir uma NFe de Importação ou Exportação ?

R. Em Notas Fiscais, Nova NF, NF Genérica. Notas Fiscais de Importação começam com o CFOP 3.xxx e de Exportação com 7.xxx

Os dados do cliente ou fornecedor tem as seguintes regras:

Cadastrar Razao Social, Fantasia, Endereco, Bairro e Cidade. O campo Estado (UF) você deixa em “EX”.  CEP, CNPJ , IE Cód. IBGE da Cidade e do Estado podem ficar em branco. O código IBGE do país é obrigatório.

 

103.Qual CSOSN usar em NFes de Exportação ?

R. Usar o CSOSN 300. Além disso, a nível do Cash, deixe o Cód. de Tributação com II e o CST em 041.  Os CFOPs mais comuns são 7.101 para Vendas de Produção Própria e 7.102 para Vendas de Mercadorias adquiridas de terceiros.

 

104.Para que serve uma NFe de Complemento, ou Complementar ?

R. Como o próprio nome diz, ela complementa valores de alguma NFe que tenha sido emitida de forma incorreta anteriormente. Suponha que você emitiu uma NFe e que a Base de ICMS deveria ser R$ 100,00 mas ela saiu na NFe a R$ 10,00.  Como envolve valores, você não pode fazer uma Carta de Correção. A forma de corrigir isso é emitindo uma NFe e complementar os valores que faltaram. Então nesse nosso exemplo, você emitirá uma NFe de Complemento, em que o único valor que você vai deixar diferente de zero na NFe é a Base de ICMS que, por sinal, deverá ter o valor de R$ 90,00 , que é o que faltou na NFe originalmente emitida.

 

105.Como faço uma NFe Complementar?

R. Notas Fiscais, Nova NF, Complementar.

Como é uma NF de complemento, você deve ter em mãos o Número da NFe que originou esse complemento. Digite no campo “Esta NF faz Referência À NF ?”.

Você vai observar que todos os produtos da NFe original serão trazidos para edição.

Você deve digitar manualmente os valores dos produtos que você precisa complementar, e somente os valores e nos produtos que precisam ser complementados. Ex.

Suponha que você tenha uma NFe em que o 1º. Item tenha saído errado a Base de ICMS e o Valor de ICMS. Suponha que a NFe original tenha 10 itens. Então você vai fazer uma NFe Complementar, e quando o sistema trouxer todos os produtos, você vai eliminar todos os itens exceto o 1º.  Depois você deixa quantidade um e valor unitário zero (para que o valor da NFe seja zero já que você só vai complementar o ICMS). Depois você localiza à direita os campos Base de ICMS e Valor de ICMS , dá ENTER neles e digita ali somente os valores que faltaram. Observe que o complemento é em relação aos valores que faltaram. Ex. Se a base de ICMS correta é 100,00 e na NF original saiu 10,00 falta complementar apenas 90,00.

 

106.Como altero os vencimentos de uma NFe já emitida ?

R. A nível de sistema, vá em Notas Fiscais, aba Vencimentos, campo Vencimento, dê ENTER e altere. A nível fiscal, fazendo uma CCe.

 

107.Se uma NFe foi rejeitada porque o cliente não tem o Cod. IBGE da Cidade, como devo proceder ?

R. Abra a ficha do cliente com Control F10, localize o cliente, peça para alterar e preencha os campos de Código IBGE da Cidade e da UF. Depois nas Notas Fiscais, NFe, Retransmite NFe.

Observe que sempre que a NFe estiver gravada, e tenha sido rejeitada por algum motivo, é só você acertar o que foi o motivo da Rejeição e depois mandar Retransmitir.

 

108.Se uma NFe foi rejeitada porque o ST de um produto está incompatível, como conserto ?

R. Em Notas Fiscais, aba Produtos, localize o produto, depois o campo ST, dê ENTER e corrija para o valor correto. Depois disso use NFe, Retransmitir.

 

109.As informações de Pesos e Marca da NFe  serão impressas se a Qtde. de Volumes estiver zerada ? Por que ?

R. Não, mesmo que você digite o Peso e Marca as informações não serão impressas porque existe uma regra de Validação da NFe que se não tiver a Quantidade de Volumes, os outros dados não devem ser informados.

 

110.Como envio NFes para arquivo morto até uma data limite ?

R. Notas Fiscais, Ferramentas, Enviar NFes para Arquivo Morto.

 

111.Como visualizo as NFes que estão no arquivo morto ?

R. Notas Fiscais, Ferramentas, Visualizar Arquivo Morto.

 

112.Como faço para Retransmitir uma NFe Rejeitada ?

R. Quando uma NFe é enviada para o site do governo e é rejeitada devido a algum erro, ela fica armazenada no sistema e o Status fica em branco. Você deve resolver o que está com erro e Retransmiti-la em Notas Fiscais, NFe, Retransmite NFe Rejeitada.

 

113.Posso excluir uma NFe que tenha sido rejeitada ?

R. Se é a última NFe feita e tiver certeza que ela foi rejeitada por algum erro, Sim, pode.

Use o Control Delete para isso.

Deve-se ter certeza que o problema foi rejeição e não que a conexão caiu no meio durante o envio da NFe porque se ela estiver registrada no site do governo e depois você tentar fazer outra NFe no lugar, os dados não vão bater e você vai ter que refazer a NFe da mesma forma que foi feita originalmente.

 

114.Na tabela de NFs, o que são os campos Valor, Vlr.Produtos , Vlr.Frete, Vlr. Seguro, Desconto, Vlr.Outras, Vlr. IPI ?

R. São:

Valor                        Valor Total Líquido da NFe

Vlr.Produtos        Valor Total dos Produtos, já considerados os descontos em linha

                       e sem considerar o campo Desconto mais abaixo

Vlr.Frete                Valor do Frete incluso na NFe

Vlr.Seguro                Valor do Seguro (atualmente sempre em zero)

Desconto                Desconto Global Aplicado na NFe

Vlr.Outras                Acréscimos e Taxa de Serviço.

Vlr.IPI                        Valor do IPI

 

115.E os campos VlrPIS e VlrCOFINS ?

R. São os Valores de PIS e COFINS da NFe. Esses valores não estão visíveis no DANFe nem compõem o Valor Total da NFe. Se você precisar vê-los tem que abrir o arquivo XML da NFe e olhar as tags de totais <ICMSTot>

 

116.E os campos Base ICMS Sub e Vlr. ICMS Sub ?

R. São os Valores de Base do ICMS de Substituição Tributária e de ICMS de Substituição Tributária. O ICMS de Substituição Tributária é o que compõe o Valor Total da NFe.

 

117.E o campo NFeChave ?

R. É a Chave da NFe, o número que é usado para identificá-la. No site do governo, esse número que é usado para fazer as consultas.

 

118.E o campo NFeProtocolo ?

R. É um número gerado pelo site do governo que idêntica cada transação de solicitação de Homologação, Cancelamento, etc... Esse campo contém o Protocolo de Autorização de Uso da NFe (Homologação).

 

119.E o campo NFeRecibo ?

R. É um número também gerado pelo site do governo, indicando que ele recebeu e processou o pedido. Usado em algumas consultas de serviço via web service. Uma NFe Homologada deve ter os campos NFeChave, NFeProtocolo e NfeRecibo preenchidos. Uma NFe Cancelada terá também o Prot.Canc. (Protocolo de Cancelamento) preenchido.

 

120.E o campo Dt.Rec. ?

R. É a Data e Hora da emissão do NFeRecibo.

 

121.O que é em Ferramentas, Gerar Arquivo Portaria CAT 102 ?

R. Também chamado de REDEF, é uma obrigação acessória de empresas que emitem NF. Consiste na geração de um arquivo com todos os dados das NFs. Uma vez gerado o arquivo ele deve ser transmitido para o site da Secretaria da Fazenda Estadual. Para clientes de São Paulo que emitem NFe, não é mais necessário a geração e envio desse arquivo.

 

122.O que é a aba Vencimentos ?

R. Contém os dados das Parcelas da NFe, bem como dados relativos à cobrança e recebimento dessas parcelas. O recebimento só será necessário se o sistema foi configurado para baixar os cupons de venda e deixar as NFs em aberto. Ver as perguntas referentes à Configuração Global.

 

123.O que é a aba Cupons ?

R. Relaciona os Cupons Interno e COOs que foram usados para gerar a NFe em questão. Se você quiser saber, por exemplo, quais os cupons de venda que geraram, ou foram incorporados, em uma NFe Concentradora, é só olhar nessa aba.

 

124.O que é a aba Dados Adicionais ?

R. Relaciona Informações de Transportadora e do campo de Dados Adicionais da NFe.

 

125.O que é a aba Produtos ?

R. Relaciona todos os produtos que foram impressos na NFe em questão.

 

126.O que é a aba ICMS ?

R. Relaciona os Impostos de ICMS da NF em questão.

 

127.O que é a aba NFsRef ?

R. Se houveram NFes referenciadas na NFe em questão, são listadas aqui.

 

128.O que é a aba emails ?

R. Controla quais NFes já foram enviados emails para o Destinatário. Ex. você emite 10 NFes. Quando você entrar nessa aba, as 10 NFes vão estar ali. Você pode usar a opção Enviar Todos os emails.  Se houver cliente sem email associado ou der algum erro, será indicado. Essa aba é útil para envio de emails em lote. Se você costuma emitir NFe e já enviar email, use a opção correspondente na própria aba NFs.

 

129.O que é a aba FS-DA ?

R. Se houver emissão de NFe em Contingência, elas estarão listadas aqui.

Contingência é um modo de emissão de NFe usado quando o site do governo sai do ar e o cliente não pode esperar voltar porque tem urgência na emissão. O modo de Contingência no nosso sistema é o FS-DA. Isso compreende o cliente comprar um formulário específico, obtido somente em locais autorizados pelo governo, para emissão da NFe. Se algum cliente mostrar interesse em ter esses formulários, ele deve procurar o contador dele para ver onde compra, como faz, quanto custa, etc...

 

130.O que é a aba CCe-Eventos ?

R. Relaciona os Eventos associados à uma NFe. A CCe (Carta de Correção Eletrônica) é um evento. O Cancelamento passará a ser um evento. O governo tende a desenvolver novos tipos de eventos com o passar do tempo.

 

131.O que são as opções do menu Cadastros ?

R. Essa opção do menu existe para você ter rápido acesso aos cadastros básicos que são usados na NFe, sem precisar sair do módulo da NFe. Clientes, Produtos, Tributação em Linha de Produtos, Classificações Fiscais, CFOP, Transportadora e Bancos.

 

132.O que é a opção NFe, Copiar Chave da NFe para a Área de Transferência ?

R. Serve apenas para colocar na área de trabalho o campo Chave da NFe. Por exemplo, se você está em algum site ou sistema que precisa do No. da NFe, em vez de você digitar os 44 caracteres, você copia para área de transferência e cola no destino. É um Control C Control V da vida.

 

133.E a opção NFe, Consulta se Serviço em Operação ?

R. Se você está tendo problemas com a transmissão da NFe, essa opção vai informar você se o site do governo está operando normalmente. Outra forma é você consultar na internet, no site:

http://www.nfe.fazenda.gov.br/portal/disponibilidade.aspx?versao=2.00&tipoConteudo=Skeuqr8PQBY=

 

Observe o campo Tempo Médio. Em regime normal o valor dele é 1. Quando o site está com lentidão ou problemas, esse número começa a subir. Quanto mais alto o valor, maior está o tempo de resposta do site. Acima de 100 ou 200 indica problemas mais graves e demora ou falha na resposta.

 

134.O que é em Relatórios, a opção Produtos Vendidos no Período ?

R. Relaciona os produtos que foram faturados nas NFes no período. Pode ser organizado por ST (Situação Tributária do Produto), Alfabética, NCM ou CFOP. Alguns escritórios de contabilidade costumam pedir esse relatório para os clientes.

 

135.E a opção Etiquetas de Volumes ?

R. Exporta informações dos Volumes da NFe. Atráves dos aplicativos da Paulimaq (Fábrica de Etiquetas), é possível importar a informação e imprimir as etiquetas de volumes.

 

136.O que é a opção Localizar, Localizar NFs ?

R. Procura sequencialmente nas NFes, dentro do período especificado, por uma expressão que esteja contida no campo Dados Adicionais.

 

137.O que são as opções do menu Cobrança ?

R. São funcionalidades para impressão de boletos e geração de arquivos de remessa no padrão CNAB.

É muito importante, antes de você trabalhar com cobrança que você:

 

a. Verifique em nosso documento interno “Manual de Configuração de Cobrança.doc” (que está no FTP e na pasta manuais do UPDT), a forma de você configurar os dados de cada banco. A configuração tem que ser precisa, um único detalhe fará com que as cobranças não sejam creditadas em conta, o que gera transtorno e prejuízos para todo mundo.

b. Antes de entrar em produção, OBRIGATORIAMENTE deve-se emitir 3 ou 4 títulos, de valores bem pequenos (menos de R$ 5,00) e fazer-se o pagamento deles para conferir se os valores são creditados na conta do cliente.

 

Seja cobrança simples ou registradas esses procedimentos são críticos e devem ser seguidos à risca.

 

As opções do menu são:

 

CNAB Inicializa Arquivo: Inicializa um arquivo de cobrança registrada. É a primeira coisa que você tem que fazer ao iniciar um lote. Será solicitado o código do banco cadastrado no sistema.

 

CNAB Inclui Título: Inclui um Título no lote que você já inicializou

 

CNAB Exclui Título: Exclui um Título do lote que você já inicializou.

 

CNAB Visualiza Títulos Selecionados: Visualiza na tela os títulos que estão no lote que você está montando.

 

CNAB Inclui Título Conciliado: Em vez de Incluir as parcelas da NF que está selecionada na grid, você define o cliente e período; O sistema traz os títulos na tela; você define quais serão conciliados e o sistema vai criar um único título com a somatória dos títulos que você selecionou.

 

Inclui Faixa de Números de NFs: Inclui as parcelas das NFs de uma faixa de números que você seleciona. Ex. das NFs de 1520 a 1550.

 

CNAB Gera Arquivo de Cobrança: Gera o arquivo de lote no padrão CNAB. Por padrão os arquivos são armazenados na pasta CNAB\no.banco\ abaixo da pasta de instalação do Cash. Ex. c:\cash\cnab\237 para arquivos do Bradesco. Depois de gerado esse arquivo deve ser transmitido ao banco, pelo site do banco ou algum aplicativo de cobrança dele.

 

CNAB Relatório de Títulos Lote Fechado: Permite você ver os títulos que estão em um arquivo de lote que você tenha gerado na opção de geração de arquivo de cobrança.

 

CNAB Relatório de Arquivo Retorno: Se você fizer download de um arquivo de retorno de cobrança, você poderá ver seu conteúdo por essa opção.

 

Boleto Cobrança Simples: Emite um boleto de cobrança simples do banco que você selecionar.

 

Boleto Conciliado Cobrança Simples: Emite um boleto conciliado, com a conciliação sendo idêntica à descrita mais acima, para o banco que você selecionar.

 

Seleciona/Troca Banco: Uma vez que você seleciona o Banco ele fica memorizado, se você quiser trocar o banco entre emissões de boletos, clique nessa opção.

 

Para responder à questões abaixo, Abra e Analise um Arquivo XML de NFe.

 

138.O que é a Tag <ide>

R. É a tag de Identificação da NFe. Observe os campos. Código da UF e do Município do Emitente, Número da NFe, Data de Emissão e de Saída, Modelo, Série, Tipo da NF, Tipo do Ambiente, etc...        

 

139.E a tag <emit>

R. É a tag que contém os dados do Emitente. Observe-a. CNPJ, Razão, Endereço, IE, CRT. Este último é um campo que identifica se a empresa emitente é do Simples Nacional ( CRT = 1 ) ou Lucro Real/Presumido ( CRT = 3 ).

 

140.E a tag <dest>

R. É a tag que contém os dados do Destinatário da NFe. Observe os campos. CNPJ, IE, Razão Social, Fantasia, Cód. IBGE da UF e da Cidade, Fone, email.

 

141.E a tag <det>

R. É a tag que identifica os produtos vendidos, seus valores e impostos. Observe os campos. Código interno, cód. de barras, descrição do produto, quantidade, valor unitário, descontos, acréscimos, valor total do produto. Cada produto está entre as tags <prod> e </prod>. Depois vem os dados de impostos, entre as tags <imposto> e </imposto>. Nesses campos são mostrados o ICMS, ICMS-ST, ISS, IPI, PIS, CONFINS.

 

142.E a tag <total>

R. É a tag dos Totais da NFe. Existem os totais de icms (ICMSTot) e de ISS (ISSQNTot). Observe.Total da Base do ICMS, do ICMS, da Base do ICMS-ST, do ICMS-ST, Valor do IPI, Descontos, Acréscimos e Valor da NFe.

 

143.E a tag <transp>

R. Dados referentes à transportadora e ao volumes transportados.

 

144.E a tag <infAdic>

R. É o campo Informação Adicional da NFe.

 

145.E a tag <protNFe>

R. É a tag contendo as assinaturas, protocolos e recibos da NFe. Observe. Chave da NFe, No. do Protocolo, do Recibo, Data e Hora do recibo.